domingo, 6 de fevereiro de 2011

Futebol Clube do Porto a estagnar desde 1893


Porto 1 Rio Ave 0

E chega assim ao fim um periodo. Hoje já deveria ter sido o virar de página e infelizmente ainda não foi. O Porto entra na época de forma extraodinária, e diga-se que a nível de resultados, até hoje, com uma ou outra desilusão mínima pelo caminho, continua em grande forma mas... E claro, neste caso o "mas" é que interessa. Chega a um ponto da época em que a equipa tem uma prova de fogo grande, não a ultrapassa com sucesso e, apesar da vitória de hoje para o campeonato, não marca golos com facilidade e sofre para conseguir vencer. Desde há já algum tempo que isso é uma evidência mas sofrer para ganhar, com esta equipa, não se justifica e o futebol produzido tem que ser muito superior a este.

O Porto tem definitivamente de subir um degrau e só assim poderá continuar a ganhar e desejar voar mais alto. A equipa "tenta" trocar a bola mas é tudo muito lento, a equipa "tenta" utilizar o melhor de Hulk mas não consegue, a equipa está bem mas em breve poderá estar mal. E como em qualquer actividade, para evoluir há que tentar ir mais longe. Fica aqui a nota mental de que no próximo jogo a fasquia está mais elevada, será mais difícil e teremos que fazer bem melhor. 

O Porto faz uma primeira parte sem grande chama, faz uma segunda nítidamente a tentar mais, mas é tudo muito lento, os alas não são o Quaresma e têm que se integrar mais na rotação de bola da equipa e permitir assim a participação mais ousada dos laterais nas missões ofensivas e assim abrir espaço para eles e para o outros. Estes alas estão colados à linha e não têm talento nem confiança para isso neste momento.

Vamos pra cima deles André, estou contigo!

Pad Durden.

3 comentários:

JNF disse...

Estás a exagerar. Para o caso de ainda não te teres apercebido, este Porto já leva mais sete pontos que o Benfica do ano passado em igual número de jogos! E vai sagrar campeão com a maior percentagem de pontos dos últimos 30 anos. Factos, infelizmente.

JNF disse...

Ah, e outra coisa, o Benfica também teve assim uma fase no ano passado, em que ganhou por 1-0 ao ridículo Belenenses. Passou rapidamente.

Pad Durden disse...

É como te digo, acho extraodinário o trabalho do Villas-Boas e desde o início que o tenho aplaudido e acima de tudo reconhecido imenso valor e com este post não o estou mínimamente a pôr em causa. O que digo é que é nítido que a equipa tem que dar mais que isto se quer evoluir. Sou o primeiro a dizer que vamos à luz discutir a eliminatória e quem sabe sair de lá para o Jamor, e sei que vai ser uma tarefa muuuito complicada pelo que o Benfica já está a jogar. Agora, acho que definitivamente o Villas-Boas tem que conseguir tirar mais do Huk (não a ponta de lança fixo :\) e terá que aproveita mais o Ruben Micael, quem sabe no mesmo onze que Fernando, Belluschi e Moutinho. Mas isso são opções que ele tem que tomar.

Fantástico trabalho, mas acho que a equipa pode dar muito mais e acho que só pensando assim lá chegará.