terça-feira, 31 de agosto de 2010

Porta 10 A - Sporting Vs Brondby 2º mão e Naval Vs Sporting

peço desculpa mas não tive mesmo tempo para vir fazer as crónicas a horas, logo faço já um 2 em 1, até pelas caracteristicas e incidências do jogo serem algo idênticas.
O Sporting conseguiu dar a volta ao jogo na dinamarca (eu nunca acreditei que fosse possível admito) não pela falta de capacidade da equipa mas mais pela falta de capacidade do treinador, que revelou ter sido mais inteligente na abordagem ao jogo do que na 1º mão sem dúvida. O que mudou afinal da 1º mão para a segunda??
Simplesmente a calma que faltava no futebol do Sporting. Não vi pressas em construir o jogo, não vi uma pressão desmesurada no inicio do jogo, basicamente vi um Sporting mais cauteloso e seguro, sabendo que marcando 1 golo na primeira parte tudo seria possível, e foi isso que acabou por acontecer, o que deixou o Brondby nervoso e sem a confiança que espelhava na 1º mão em que o Sporting facilitou-lhes e muito a vida.
Logo quando o trabalho é bem feito (e com um pouco de sorte á mistura é um facto) o Sporting lá conseguiu dar a volta ao resultado e assim passar á fase de grupos da Liga Europa.

O jogo contra a Naval também não foi muito diferente, a abordagem foi a mesma e na minha opinião o que contou mesmo foi o resultado, porque sinceramente nem foi um grande espectáculo de futebol. A Naval tem uma equipa fraquissima, nomeadamente na defesa, tanto no eixo como nas alas, jogadores que mais parecem das distritais, logo o resultado até poderia ter sido mais avultado mas também não havia necessidade disso e o Sporting também não insistiu muito.

Positivo:
-a calma evidenciada nestes dois últimos jogos, basicamente vi um Sporting mais humilde e mais respeitador do adversário.
-a dupla de centrais do Sporting em conjunto com Maniche dão garantias de coesão.

Negativo:
-o ataque. infelizmente não temos um ataque ao nível do Porto, por muito que me custe dizer isto, não temos 1 jogador que tenha a explosão de um Hulk, nem um matador de classe como falcão, logo espero que até ao fecho do mercado o costinha traga alguém que realmente faça a diferença lá na frente, pois só o liedson (a part-time) não chega.

DESTAQUE:RUI PATRÍCIO
-Sinceramente cada vez entendo menos os adeptos Sportinguistas que continuam a marginalizar o rapaz ao longo destas duas épocas quando ele tem sido tudo menos o problema. Se já errou?? claro, quem nunca errou?? mas temos que ter em conta que tem apenas 22 anos e que provavelmente custou ao Sporting OITO EUROS E MEIO, e cada vez se revela mais seguro e dono e senhor do seu lugar, não lhe dou muito mais tempo para ombrear com o Eduardo na luta pela baliza da selecção e posteriormente transferir-se para o estrangeiro, pois além de ter qualidades ainda tem muita margem de progressão e já não é alheio aos tubarões do velho continente.

4 comentários:

Pain disse...

Claramente em resposta a este post do Zé, Sporting contrata o Timo Hildebrand.

comentários?

The Little One disse...

Só acho uma coisa mal, é pensar-se em Morientes e Trezeguet e não se pensar num gajo que ande praí perdido num Leiria, num Marítimo, enfim, precisam ir para o Braga para ser bons...

Nítidamente há falta de trabalho de casa, se os grandes jogadores não quisessem havia que ter soluções (de risco mais elevado) mas soluções.

The Little One disse...

Mas espera aí que pensei que tivesses a falar do puto brasileiro...

Esse bacano Timo Hildebrand, é guarda-redes!? Então? Porquê?

Pain disse...

Tales é uma espécie de bonsai