sábado, 21 de agosto de 2010

Sector 17 - 2ª jornada

Nesta 2ª jornada o Benfica entrou na Choupana em 4-1-3-2, com as saídas de Peixoto e Sidnei para entrarem Luisão e Gaitán que dá, sem sombra de dúvidas, mais habilidade e acutilância ao flanco esquerdo.

O campeão nacional entrou com vontade de marcar cedo, tendo perdido logo nos primeiros minutos uma grande oportunidade por Nico Gaitán num grande centro rasteiro de Maxi Pereira. A partir daqui o Nacional equilibrou o jogo, tentando pressionar alto as saídas do Benfica e espreitando o contra-ataque. De saudar esta atitude que proporcionou uma primeira parte bastante agradável de seguir. Coentrão continua a ser o elemento benfiquista em melhor forma e assistiu de forma perfeita Cardozo que falhou uma mais uma grande oportunidade. Sou um grande fã do ponta de lança paraguaio, mas dá a sensação que ainda estará longe da sua melhor condição fisica. Talvez Jara com a sua garra fosse uma opção mais válida neste momento.

A grande oportunidade da equipa do Nacional foi através de um livre lateral onde Roberto falha a intervenção. Déjà vu do que vinha aí na segunda parte.

No final da primeira parte, Jesus troca os flancos (Gaitán - Amorim) e logo na jogada seguinte, Nico na direita centra de forma perfeita para o cabeceamento de Saviola, ao qual Bracalli responde com uma defesa espantosa! Foi a melhor oportunidade da 1ª parte.

Como devem calcular não tenho grande vontade de escrever sobre o que se passou na 2ª parte. Após uns primeiros 45 minutos colectivamente interessantes, os erros de Roberto conseguiram destruir uma equipa. Se estavam tantos jogadores do ano passado em campo, que Benfica é este? Porque é que Jesus parece tão desmotivado? Porque defende tão mal livres laterais? Porque sofre tantos golos?

Em termos de equipa titular, penso que é altura de dar banco a Aimar e Cardozo, dois jogadores em claro sub-rendimento

Sinceramente, penso que com duas derrotas consecutivas no campeonato (tantas quantas sofreu o ano passado), a revalidação do título será muito complicada.

Não culpo exclusivamente o Guarda-Redes Roberto por esta hecatombe, mas é importante uma mudança da baliza para voltar a dar confiança a uma defesa psicologicamente muito afectada. Para mim o eleito seria o jovem Jan Oblak que tem impressionado nos treinos. SEM MEDO.

3 comentários:

Pain disse...

Este texto foi escrita em 2 partes, por isso peço desculpa se parecer desconexa. Não estou propriamente lúcido... Agora vou ali voltar para o alcool e para a droga que já me chamam outra vez.

Obrigado Roberto e Vieira.

José Carlos disse...

concordo plenamente. o benfica vendeu 2 jogadores nucleares da equipa e não se reforçou na minha opinião convenientemente, nem para os sectores em falta, nem para os sectores lotados. o "nico" até me posso enganar mas parece-me outro matias fernandez, o saviola e o aimar já tinha alertado aos meus amigos lampiões de que iam começar a perder gás, ora por falta de físico, ora por mazelas antigas, ora por falta de motivação (1 pouco de todas IMO) o roberto a mim ninguém me tira da cabeça que encheu os bolsos a muita gente, o cardozo IMO não está fora de forma, não podem é querer que aquele "pino" renda alguma coisa sem lhe meter constantemente 4 ou 5 oportunidades de golo de caras para a a baliza como era no ano passado, ele sem extremos rende zero, e neste momento o benfica não tem 1 único extremo, e isso é muito grave mesmo.

Pain disse...

Este não é o sitio para escrever o texto que me apetecia. Mas sugiro o eternobenfica. Está lá tudo descrito nos dois últimos post do JNF e do Papoila Calmante.

Sou abutre com muito gosto